#ENCONTRÂNCIAS

KEVIN MORBY | WANDER

Eram discos de vinil, recordo bem as capas, o tamanho que nos acupavam nas mãos, as letras e tudo o resto. Lembro-me dos picos, dos lugares onde apareciam com precisão naqueles momentos nas músicas, faziam parte da composição, e como iam aparecendo outros, com o uso, aqui e ali.

Era tão difícil, nesses tempos, encontrar música que ninguém conhecesse, esses em que os fios dos telefones se entrançavam sobre si próprios e o senhor dos correios não tinha cartas a medir.

Continuar a ler#ENCONTRÂNCIAS

FICO-ME COM OS RESTOS

WIDOWSPEAK | AMY

Sobre os rochedos que se imprimem na minha alma,

Na rebentação e na espuma do que de ti me esqueci,

Que foi quase tudo, fora quase nada do que recordo.

Assim é o poder da erosão da vida,

Há tempo, faz tempo que não te inscrevo nos rochedos,

Das suas ondas, as que vão, as que voltam,

E todas as que se perdem em marés que são afinal reflexos.

O mar é feito destes truques ilusórios e conspira com a luz.

Continuar a lerFICO-ME COM OS RESTOS