O POEMA DE UM PIANO DE CAUDA NO SALÃO

NICK CAVE | HE WANTS YOU [LIVE AT ALEXANDRA PALACE 2020]

É aqui, neste disco absolutamente de génio em bicos de pés, que o piano fala mais alto, não obstante Nick Cave ter uma extraordinária voz, mas aqui, também com mérito deste cantautor entre os melhores das últimas três décadas, o piano diz-te tudo o que queres ouvir, não mais.

Deixa-me poemar eu, numa qualquer versão instrumental (esta, melhor dito, não uma qualquer) esta melodia, dá-me essa honra. Há um piano só teu, que eu reconheço em qualquer circunstância, e não é bem este, este tem qualquer coisa de especial, não sei onde o foste buscar, mas foste, e ainda há uns dias discutia com um amigo, a propósito da tua ópera com Nicholas Lens – “L.I.T.A.N.I.E.S.” – que me veio parar às prateleiras dos vinís no dia em que foi lançado – que o teu talento já não o surpreendia. Eu confesso que felizmente me acontece precisamente o contrário, eu sou constantemente surpreendido pelo teu talento, prefiro assim, gosto de ser surpreendido, já vejo demasiadamente bem ao longe e já prevejo coisas a mais, e se este disco por si só já me encostou à parede e me fez dizer a esse mesmo amigo – “Este Nick Cave superou-se mais uma vez, desta mesmo à grande” – o piano deste tema apanhou-me completamente desprevenido, há aqui qualquer coisa que só tu saberás explicar (eu não acreditaria na explicação de mais ninguém), é um detalhe melódico de ouvido mas que sendo um “pequeno” detalhe não deixa de transportar em si uma grandeza que me comove.

O poema que dá origem a este tema é de uma simplicidade que só pode ser resultado do lapidar de uma enormidade de sentimento, desta narrado por um anjo da guarda, na forma do poema que lhe faz a letra. Não resisto a deixá-lo aqui:

In his boat and through the dark he rowed
Chained to oar and the night and the wind that blowed
Horribly ‘round his ears
Under the bridge and into your dreams he soars
While you lie alone in that idea-free sleep of yours
That you’ve been sleeping now for years

And he wants you
He wants you
He is straight and he is true
Ooh hoo hoo

Beneath the hanging cliffs and under the many stars where
He will move, all amongst your tangled hair
And deep into the sea
And you will wake and walk and draw the blind
And feel some presence there behind
And turn to see what that may be
Oh, babe, it’s me

And he wants you
He wants you
He is straight and he is true
Ooh hoo hoo