Arquivo de etiquetas: ramones

COMUNICADO DE ANO NOVO DO SONGS AND WORDS OF LOVE AND HATE

O songsandwordsofloveandhate vem desejar a todos um enorme 2021, embora, por favor, com menos um dia que 2020 que foi ano bissexto, ok? É que para grandes mudanças no equilíbrio do universo já nos bastam as alterações climáticas.

Aproveitamos para recordar que não obstante a merda em que todos chafurdámos, o mundo é um sítio maravilhoso para se viver, mesmo tratando-se de um monopólio que não nos deixa alternativas.

2020 não foi só uma merda, foi também a oportunidade de percebermos o pior de algumas pessoas e o melhor de outras, devemos estar gratos por isso, seremos certamente menos desagradavelmente surpreendidos daqui para a frente e para o resto das nossas vidas com pessoas que até pareciam que coiso e depois o caneco é que coiso.

Mas quem pode musicar melhor esta mensagem do que Joey Ramone através da sua genial interpretação de um tema conhecido por todos, original do Louis Armstrong?

JOEY RAMONE |WHAT A WONDERFUL WORLD
( COVER FROM THE ORIGINAL ARMSTRONG COVER SONG)

Depois há que ter calma nas celebrações do ano novo, e não digo isto apenas porque acho ridículo por-me em cima de um banco com uma flute de champagne numa mão, 12 passas na outra e com duas notas de cem euros na mão para me dar sorte ao dinheiro, bem na mão que não sobra e que faz com que na maior parte dos casos dê merda e se entorne chamagne nos vestidos, se molhem as notas e o caneco. Começamos logo bem… Também não é necessário ir para a janela bater com colheres de pau em panelas só para incomodar gajos como eu (que talvez até mereça, mas a maior parte dos gajos como eu não o merecem certamente). E por favor, se se enfrascarem em drogas ou em álcool não conduzam que os gajos que não beberam uma gota de álcool e se calhar até assim apanharam um Uber para ir para casa não fizeram a ponta de um corno para merecer levar com um trôpego ao volante e mandá-lo desta para melhor, principalmente porque não há testemunhas oculares que até hoje tenham garantido que desta se vai para melhor e pode não haver lojas de discos, tiramisús da minha irmã e bolas de berlim com creme nas praias no paraíso.

Mas quem melhor para nos musicar o tema de uma passagem de ano simples, discreta, como de quem sabe que o mundo não acaba amanhã? Ok, não sabemos se acaba, mas se todos os dias partimos do princípio que não acaba, não vamos hoje abrir uma excepção, right?
Pois, não há melhor que os Ramones, banda cujo vocalista foi meu porta escrita no vídeo em cima, para musicar o que vos escrevo.
Aqui fica, e tenham especial atenção no primeiro verso da música (e olhem que se dá logo aos sete segundo do videoclip) e reparem como estes rockers tinham já cenas premonitórias.

RAMONES | I WANNA BE SEDATED

Por último resta-me esperar que em 2021 possamos todos arregaçar as mangas, porque se se provou que não há economia que nos valha na doença, também ficou claro que não há saúde sem economia.
Conclui-se, portanto, que vamos ter que dar corda aos calcantes, dar fogo à peça, fazermo-nos ao caminho, dar o litro e mais cenas que tais e quê… porque há um importante caminho a ser feito e não há cá governos que sejam um papá com uma herança que garanta o ócio das três próximas gerações. O que temos é que ser responsáveis, usar máscara enquanto for necessário, porque a liberdade de um acaba onde começa a liberdade do outro, não sermos todos virologistas e cientistas de bancada, e não acharmos que isto é tudo um embuste. Os que vivem em negação alimentando o periquito e a teoria da cabala podem sempre ir fazer uma visita ao Hospital de Santa Maria (a entrada é garantida se alegarem febre, tosse seca, dores incríveis no corpo), mas por favor, mesmo para os mais negacionistas fundamentalistas: não, o Steven Spielberg não está a rodar um filme de ficção científica e o Estado Português (parolo como é quando se trata de lidar com as estrelas, essas Madonas da vida) não cedeu todos os hospitais públicos para ele rodar um blockbuster de 78 horas, director’s cut, estamos entendidos?


Despeço-me, espero ter-vos mais perto em 2021, em maior número, e estar à altura, mesmo sendo eu um indivíduo de baixa estatura, de vos garantir boa música, textos razoáveis, vá… e prometo que vou tentar reler os posts várias vezes para não incorrer em erros de digitação que são um turn off para quem os lê e, claro, bons conteúdos que tenham que ver com a música, a paixão pela mesma, igual com a prosa poética e… mais surpresas que sejam do vosso agrado. Stay tuned and – please – stay focused on what you gonna do for our 2021!

Mais uma vez, e estou convencido que tudo na vida ou existência se pode contar através da obra dos Ramones, nada como um tema dos mesmos para musicar esta atitude hands-on que teremos que ter.

RAMONES | BLITSKRIEG POP