Arquivo de etiquetas: SOBRE O MEDO E A GEOMETRIA

SOBRE O MEDO E A GEOMETRIA

LLOYD COLE AND THE COMMOTIONS | FOREST FIRE (EXTENDED VERSION)

A noite cai-te aos pés, pela voz de uma mulher que espraia uma ira que faz de chuva a escorrer numa calçada que existe numa Lisboa que apenas parece uma noite de Junho, sem vento, em Casablanca. Está calor. Está muito calor.

Esquecida a agitação de uma cidade que se faz de um glamour em terraços de hotéis, em correrias de hotel em hotel, para que não falte uma festa para ver e ser-se visto. Não, Lisboa é só apenas essa temperatura que acontece e esse vento que não se faz, e não chove, não troveja, mas Marina faz uma tempestade num copo vazio, escapam-lhe os telhados da tranquila e bonita cidade, onde até os gatos a tratam bem e lhe lançam um sorriso cúmplice da luz que se projeta em tom quente nas telhas de um telhado. Mas é tarde, é tarde para não ter medo, é tarde para não gritar em surdina um desespero que se instala como uma sanguessuga que se agarra à sua perna na travessia de um riacho, mas é só Lisboa.

Continuar a lerSOBRE O MEDO E A GEOMETRIA